JULHO DE 2003



Ipiranga Química investe na logística para duplicar faturamento

Novo centro de distribuição da empresa irá aumentar em 50% sua produtividade

São Paulo, julho de 2003 – A Ipiranga Química está apostando na logística para consolidar sua posição de maior distribuidora de produtos químicos do Brasil e atingir a meta de duplicar o faturamento até 2006. Exemplo disso é o investimento de R$ 30 milhões na construção de um centro de distribuição (CD) em uma área de 104 mil metros quadrados na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo.


Maquete do Centro de Distribuição 

Localizado na rodovia Presidente Dutra (há apenas um quilômetro de distância do futuro Rodoanel), o novo CD substituirá a base de armazenagem e distribuição em Osasco, também em São Paulo. “A estrutura atual (dividida em seis pequenos armazéns) em pouco tempo não comportará mais a escala da Ipiranga Química, que necessita de um sistema de armazenagem moderno para manter o padrão de atendimento a seus 5 mil clientes”, explica Marcelo Carvalho, gerente de projetos da Kom International/ABGroup, consultoria responsável por todo o projeto.

O Centro de Distribuição de Guarulhos foi elaborado para atender às necessidades específicas de armazenagem de produtos químicos. Depois de tornar mais ágil o manuseio e carregamento dos caminhões, por exemplo, estão sendo construídas docas mistas (parte no mesmo nível do piso e parte rebaixadas), utilizadas de acordo com o tipo de produto (a granel ou embalado). A gestão será feita por meio de WMS (Warehouse Management System, Sistema de Gerenciamento de Armazém).

De acordo com Carvalho, para abrigar o portfólio de produtos, composto por mais de 350 itens (entre eles solventes alifáticos, aromáticos e sintéticos, óleos, especialidades químicas, ceras industriais, parafinas especiais, produtos químicos blásicos e de performance e polímeros) de produção própria e de fornecedores nacionais e internacionais, o novo CD contará com área de 10 mil metros quadrados para armazenagem de embalados, além de 55 tanques para granéis líquidos, instalações para blending de produtos, laboratórios de controle de qualidade e de aplicação técnica, instalações produtivas para atender necessidades específicas de clientes e condomínio industrial. “Quando estiver concluída, a nova estrutura deve aumentar a produtividade de armazenagem e transporte da Ipiranga Química em pelo menos 50% em relação à operação anterior”, destaca o executivo da Kom International/ABGroup.

“Contamos com o trabalho da consultoria Kom International/ABGroup para agregar valor ao nosso projeto, o qual certamente será um diferencial na operação de produtos químicos no Brasil”, ressalta André Maynart, gerente de suprimentos e logística da Ipiranga Química. Atendendo os mercados de tintas, borracha, adesivos, agrícola, detergentes, cosméticos, têxtil, papel e celulose, eletroeletrônico, metalúrgico e plásticos, a empresa possui também centros de distribuição em Canoas (RS), Duque de Caxias (RJ) e Simões Filho (BA). O faturamento registrado da companhia em 2002 foi de US$ 118,2 milhões.

 

www.jorplast.com.br | Abertura | Índice da Edição do Mês | Próxima Matéria | Correio