OPINIÃO DE ALGUNS DOS MAIS IMPORTANTES LÍDERES DO SETOR PETROQUÍMICO/PLÁSTICO DO BRASIL ACERCA DO CBIP


* MERHEG CACHUM

ex-Presidente da ABIPLAST - Ass. Brasileira da Ind. Plástica

“O CURSO BÁSICO INTENSIVO DE PLÁSTICOS — CBIP vem preencher uma lacuna
existente no setor — o da falta de informações para iniciantes que querem conhecer a
importância do plástico, mas nem sempre têm informações didáticas, acessíveis,
atualizadas e confiáveis à disposição.

Tenho certeza que essa importante iniciativa do JORNAL DE PLÁSTICOS irá difundir ainda
mais nossa atividade, sem dizer que a engrandecerá e a fortalecerá.”

* CELSO HAHNE

ex-Vice-Presidente da ABIPLAST - Ass. Brasileira da Ind. Plástica

”É mais que louvável a iniciativa de promover um curso por correspondência para o setor
plástico: é uma idéia atual e oportuna.

Nosso País está carente de recursos de treinamento para todos os segmentos industriais,
principalmete para o setor do plástico.

A tecnologia merece ser impulsionada para que se atinja o desenvolvimento tão almejado
junto com o fortalecimento do setor de recursos humanos.

De maneira geral, investe-se muito pouco no Brasil em cursos profissionalizantes.

Existe o “peão”, sem nehuma qualificação, ou o PHD com qualificação de sobra. Não há
meio termo, embora todos saibam que a virtude sempre se faz presente no centro e nunca
nos extremos.”

* EDUARDO SENE FILHO

Sec. Executivo do SIRESP - Sind.Ind.Resinas Sintéticas do Est. SP

“O JORNAL DE PLÁSTICOS, dirigido com competência e profissionalismo nesses últimos
46 anos, vem sem dúvida preencher, através do Curso Básico Intensivo de Plásticos —
CBIP, a necessidade de orientar e ensinar a todos os que estão na família do plástico,
bem como incentivar os novos profissionais, pois hoje o Brasil necessita qualificar sua mão
de obra e aperfeiçoá-la para um futuro promissor, que trará ao nosso país profissionais com
desenvolvimento tecnológico à altura do seu parque industrial.

A Diretoria e associados do SIRESP congratulam-se com o JP por essa iniciativa de que o
Brasil tanto necessita.”

* JEAN DANIEL EBEL

Ex-Pres. do DNAMAIP - Dep. Nac. de Máq. e Equip. para Plásticos da BIMAQ/SINDIMAQ

“Foi com alento que recebi a notícia da publicação do CURSO BÁSICO INTENSIVO DE
PLÁSTICOS — CBIP através do tradicional JORNAL DE PLÁSTICOS.

Nosso país é carente em ensino profissionalizante na área de plásticos, seja a nível
básico, médio ou superior. Toda ação neste sentido tem o apoio dos Fabricantes
Brasileiros de Máquinas Para Plásticos que louvam a iniciativa do JP.”

OPINIÃO DE ALGUNS ALUNOS QUE JÁ CONCLUÍRAM O CBIP

* NELSON AUGUSTO RIGOBELLI

Proprietário da Plastiron Ind. Com. Ltda de Itú - SP

“A Plastiron foi fundada em 1986 com o objetivo de desenvolver e incrementar em plásticos
nossa experiência e participação, produzindo e comercializando acessórios
automobilísticos da linha metalúrgica.

Estamos fornecendo, para o mercado de reposição, peças plásticas produzidas por
injeção, termoformagem e laminação em fiber-glass, transformando, principalmente, PP,
ABS e PS, para a produção de pára-choques, grades, polainas, aros de farol, porta placas,
calotas etc., além de continuar fabricando a tradicional linha de peças metálicas.

Quanto ao CBIP, procurei fazer o curso seguindo a orientação de vocês e, realmente, achei
excelente! Forneceu elementos para o esclarecimento de várias dúvidas, mesmo para mim
que estou em contato com os plásticos há cerca de 11 anos! O material é muito didático e
objetivo, fazendo parte de minha biblioteca, constituindo importante fonte de informações
técnicas que auxiliam no trabalho de nosso dia a dia empresarial.”

* PAULO ROBERTO MIGUELES ROCHA

Diretor de Manufatura de Produtos King - Rio de Janeiro - RJ

“Somos uma empresa fabricante de produtos de limpeza, sendo o óleo de peroba o carro
chefe. Ano passado, adquirimos duas máquinas de sopro importadas que nos permitiram
fazer as embalagens, em PET, para o óleo de peroba, tornando-nos auto-suficientes nessa
linha.

Quando decidimos, portanto, entrar nessa área dos plásticos, que, até então, era
completamente deconhecida para mim, senti ser o CBIP uma oportunidade de aprender
mais sobre esse assunto que começava a me envolver. Posso dizer agora, com certeza,
após términá-lo, que estava certo: o Curso foi uma ferramenta auxiliar excelente para me
inteirar sobre o assunto plástico do qual tinha, até então, um conhecimento superficial;
esclareci muitas dúvidas, aprendi sobre matérias primas e processos sobre os quais não
tinha informações, enfim, proporcionou-me uma ótima visão do setor”.

* EDUARDO WYRVALSKYI

Diretor Proprietário da Roplast Ltda., Charqueadas - RS

“Após minha aposentadoria no setor da metalurgia, abri uma pequena empresa
transformadora de plástico (filmes + sacolas) e imediatamente me tornei assinante do
JORNAL DE PLÁSTICOS.

Quando vocês anunciaram que iam lançar o curso, inscrevi-me como aluno, pois queria me
aprofundar no assunto.

Fiquei muito satisfeito com os temas abordados pelo CBIP. Acho mesmo que foi ótimo!
Através dele pude dirimir muitas dúvidas e inteirar-me do mundo dos plásticos.”

* TARCÍSIO MARANGONI

Gerente Industrial da Coposul Copos Plásticos do Sul, Criciúma - SC

“Estou no setor há 21 anos, tendo trabalhado, inicialmente, na Zanatta (1977 - 1980), na
Minaplast (1980 - 1988) e, atualmente, exerço o cargo de Gerente Industrial da Coposul.

A Coposul é uma empresa produtora da linha dos descartáveis: copos, pratos, bandejas,
tampas, potes, atuando no mercado desde 1988.

Fiquei muito satisfeito com o CBIP, pois, através de sua praticidade em ser um curso por
correspondência, aprende-se muito, mas de uma forma bastante fácil e objetiva.”

* PAULO R. MONTANARI

Coord. de Ferramentaria da Robertshaw do Brasil, Caxias do Sul - RS

“Somos uma empresa do ramo metalúrgico. Atuamos na área de controles para
refrigeradores, ar condicionado, entre outros. Nosso “carro-chefe” é a fabricaçãode
termostatos.

Meu setor específico é o da ferramentaria onde criamos os moldes que nos tornam
auto-suficientes em termos de plásticos que são utilizados em nossos produtos.

Em relação ao CBIP, estou muito satisfeito em tê-lo cursado, pois forneceu-me várias
informações teóricas, aliando a isso dicas de aplicações de matérias-primas, tornando-se,
pois, uma possibilidade de fonte de consulta”.

* AUGUSTO GONÇALVES

Chefe de PCP da Exaplas/Resinta, Rio de Janeiro - RJ

“Nossa empresa é um tradicional transformador plástico da área de injeção. Injetamos de
tampas de desodorante a artigos de laboratório, trabalhando com várias tipos de matéria
prima: PP, PEAD, PEBD, PC, Poliacetal, Nylon Reforçado, entre outros.

Quanto ao CBIP, achei muito bom, com conteúdo esclarecedor, muito bem elaborado, de
fácil assimilação, tendo atendido, portanto, plenamente às minhas expectativas.”

* NILOMAR RIBEIRO

Diretor do Marketing da Rio Fiber Com. Ltda, Rio de Janeiro - RJ

“Nossa empresa atua na área de distribuição e comercialização de resinas.

Minha formação é de administrador de empresas e resolvi fazer o CBIP para me inteirar de
uma área em que eu era praticamente leigo. Ao chegar ao seu término reconheço que ele
atendeu plenamente minhas expectativas e por um custo irrisório!”